5 de jul de 2007

QUAL O SEU DIAGNÓSTICO?

Você atende um cão Fila de 11 meses de idade com muita dor cervical. Não há história de trauma.
Ao exame clínico você constata dor cervical e temperatura = 40 oC. Não há sinais de doença sistêmica.
O hemograma está normal, assim como as radiografias simples. Você coleta líquor , cujo resultado é o seguinte:
850 células/ul(microlitro) e 2oo mg/dl proteína

Na foto está a citologia.

1) Interprete a citologia.

2) Qual o diagnóstico mais provável

3) Qual o tratamento e o prognóstico?

Um comentário:

  1. Felipe Purcell de Araújo M.V. Res II. Clínica-Cirúrgica da UEL.11 de julho de 2007 17:53

    1- A citologia revela uma pleocitose com predominância de neutrofilos.

    2- Associando a resenha clínica do paciente (menos de 2 anos e ser de uma raça de grande porte) aos sinais clínicos de febre sem doença sistêmica aparente e dor cervical sem histórico de trauma, somado a citologia do LCE, o diagnóstico mais provável é de meningite responsiva a esteróides.

    3- Tratamento é realizado com Prednisona, 2 a 4 mg/kg/dia durante 1 a 2 semanas, sendo realizada redução gradativa da dose. Alguns animais podem necessitar de manutenção da terapia por mais tempo sendo feita à administração do medicamento em dias alternados após a redução inicial já citada.
    A recorrência dos sinais pode ocorrer em 50% dos casos, sendo o prognostico de bom a reservado.

    ResponderExcluir