14 de jun de 2018

Corpectomia lateral parcial para o tratamento de compressão ventral extradural crônica entre T9-T10 em um cão

Arq. Bras Med. Vet. Zootec., v.70, n.2, p.443-449, 2018

LINK

P.V.T. Marinho , C.R.A. Ferrigno , T. Bregadioli , F. Paes2 , J.F. Santos , A.S. Macedo , Í.S. Dal-Bó, V.S. Galeazzi

 RESUMO Objetivou-se relatar um caso de protrusão do disco intervertebral com localização atípica e descrever a técnica cirúrgica de corpectomia lateral parcial no tratamento da afecção em um cão. Um cão de sete anos de idade, macho, raça Pug, foi atendido com ataxia proprioceptiva dos membros pélvicos havia três meses, associada à doença do disco intervertebral entre a nona e 10ª vértebras torácicas. Após um mês de tratamento conservativo sem melhora, o paciente foi encaminhado para o tratamento cirúrgico, quando foi realizada corpectomia lateral parcial esquerda para descompressão da medula espinhal. Após a cirurgia, o paciente apresentou melhora considerável do quadro, sendo a técnica eficaz na remoção da compressão extradural, sem manipulação da medula espinhal ou outras complicações.

Partial lateral corpectomy for treatment of chronic ventral extradural compression between T9-T10 in a dog

ABSTRACT The aim of this study is to report a case of intervertebral disc protrusion with atypical location and describe the surgical technique of partial lateral corpectomy in the treatment of this disease in a dog. A dog, seven -years-old, male, Pug breed was attended with proprioceptive ataxia of the hind limbs for three months correlated with intervertebral disc disease between the 9th and 10th thoracic vertebrae. After a month of conservative treatment without improvements, the patient was referred for surgical treatment, which was performed as a partial left lateral corpectomy for decompression of the spinal cord. After surgery, the patient showed considerable improvement, this technique being shown to be effective in the removal of extradural compression, without manipulation of the spinal cord or other complications. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário