22 de set de 2014

Anestesia epidural na cirurgia descompressiva lombossacral de cães

http://www.scielo.br/pdf/abmvz/v66n3/0102-0935-abmvz-66-03-00787.pdf
E.A. Tudury 1 , T.H.T. Fernandes 2 *, M.L. Figueiredo 2 , B.M. Araújo2 , M.A. Bonelli 2 , A.C. Silva 2 , C.R.O. Santos 3
1Universidade Federal Rural de Pernambuco -UFRPE - Recife, PE
2Alunos de pós-graduação - Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE - Recife, PE
3Aluna de graduação - Universidade Federal Rural de Pernambuco -UFRPE - Recife, PE

 Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. vol.66 no.3 Belo Horizonte June 2014

Objetivou-se avaliar viabilidade, eficácia, vantagens e desvantagens da anestesia epidural lombossacral, junto à anestesia geral inalatória, em cirurgias de descompressão da cauda equina, tendo em vista que essas cirurgias são procedimentos longos e dolorosos. Para isso, foram utilizados 11 cães adultos com sinais clínicos de síndrome da cauda equina, que foram submetidos à anestesia geral inalatória e deixados no estágio anestésico mais superficial. Depois, realizou-se a anestesia epidural em seis dos 11 pacientes, por punção espinhal em L7-S1, com bupivacaína a 0,5%. Os parâmetros fisiológicos (cardíacos, vasculares, respiratórios, temperatura corporal e glicemia) foram aferidos antes da medicação pré-anestésica, 10 minutos após esta, 30 minutos depois da epidural, depois da laminectomia, assim como após 60 minutos e 90 minutos da epidural, tanto no grupo com epidural como naquele sem esta (controle). Os animais que possuíam bloqueio epidural apresentaram redução significativa no consumo de anestésico inalatório e no tempo de extubação, não apresentando déficits neurológicos causados pela anestesia epidural, quando comparados com o grupo-controle. Conclui-se que a técnica de anestesia epidural é eficiente e vantajosa na realização de cirurgias descompressivas lombossacrais, pois proporciona menor risco anestésico para o animal.
Palavras-Chave: cauda equina; bloqueio anestésico; analgesia


The objective of this study was to evaluate the feasibility, effectiveness, advantages and disadvantages of lumbosacral epidural anesthesia with inhalational anesthesia in surgical decompression of the cauda equina, since this surgery has a lengthy and painful recovery from anesthesia. For this, 11 adult dogs which showed clinical signs of cauda equina syndrome were used. After the epidural, anesthesia in six of 11 patients, spinal tap in L7-S1, with bupivacaine 0.5% anesthetic was used. Physiological parameters (heart, vascular, respiratory and body temperature) were measured before, 10 minutes after, and 30 minutes after the epidural, after the laminectomia and 60 minutes and 90 minutes after the epidural, both in the epidural group and the control group. Animals that had ep showed a significant reduction in consumption of inhaled anesthetic and time of extubation. There were no neurological deficits caused by epidural anesthesia compared with the group without epidural anesthesia. It was concluded that the epidural anesthesia technique is effective in lumbosacral decompression surgeries, leading to a lower risk for the anesthetized animal.
Key words: cauda equina; anesthesia; analgesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário