22 de jul de 2011

ASPECTOS DE INFARTOS ISQUÊMICOS EM CÃES NA TOMOGRAFIA

Vet. e Zootec. 2011 jun.; 18(2): 208-213

Viviam Rocco Babicsak; Vânia Maria de Vasconcelos Machado;Débora Rodrigues dos Santos;Karen Maciel Zardo; Lídia Araújo Campos

RESUMO
Com o avanço de técnicas de imagem na medicina, muitas enfermidades consideradas
incomuns no passado, começaram a ser diagnosticadas com maior frequência, como é o caso de acidentes cerebrovasculares. Esses distúrbios incluem os infartos hemorrágicos e isquêmicos, sendo este último geralmente causado por uma oclusão do vaso sanguíneo por trombo ou êmbolo. A tomografia computadorizada e a ressonância magnética são métodos auxiliares ao diagnóstico, que tem sido muito utilizado para a identificação de afecções vasculares cerebrais. Estas técnicas de imagem não invasivas possibilitam a identificação e avaliação de lesões do tecido nervoso central e fornecem informações a respeito do tamanho, forma e localização da lesão, bem como, da magnitude dos seus efeitos secundários. Esta revisão tem como objetivo apresentar os principais aspectos dos infartos isquêmicos observados nos exames de tomografia computadorizada e ressonância magnética de cães.

COMPUTED TOMOGRAPHY AND MAGNETIC RESONANCE ASPECTS OF ISCHEMIC STROKES IN DOGS

ABSTRACT
Due to the imaging techniques development in medicine, many illnesses considered unusual in the past, began to be diagnosed more frequently, as is the case of stroke. These disorders include hemorrhagic and ischemic strokes, the latter is usually caused by a blood vessel occlusion by thrombus or embolus. Computed tomography and magnetic resonance imaging are diagnostic auxiliary methods, which has been widely used for the identification of cerebral vascular diseases. These non-invasive imaging techniques enable the identification and evaluation of the central nervous tissue injuries and provide information regarding the size, shape and location of the lesion, as well as the magnitude of their side effects. This review
aims to present the main aspects of ischemic strokes observed in computed tomography and magnetic resonance imaging in dogs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário