22 de jul de 2010

Hemangiossarcoma cutâneo paravertebral em cão causando compressão medular

Rogério Anderson Marcasso; Mônica Vicky Bahr Arias;Paula Cava Rodrigues; Ana Paula Frederico Rodrigues Loureiro Bracarense

RESUMO

Um cão macho, scottish terrier, de sete anos foi atendido no Hospital Veterinário da Universidade Estadual de Londrina por apresentar paraplegia grau V e um nódulo em região dorso lombar direita de crescimento lento, com evolução de dois meses. Foi realizado mielografia, visibilizando-se interrupção na coluna de contraste entre as vértebras torácicas 11ª e 12ª. Assim, procedeu-se à hemilaminectomia nesta região, não sendo constatado compressão medular, procedendo-se a ampliação caudal da abertura
da lâmina vertebral T12. Na região da quarta vértebra lombar observou-se um desvio da medula espinhal para o lado esquerdo devido à presença de uma massa de coloração avermelhada proveniente do lado direito, diagnosticando-se infiltração tumoral em vértebras com compressão medular, não sendo possível sua remoção cirúrgica. Na histologia classificou-se o tumor como hemangiossarcoma. Este relato enfatiza a importância de considerar a possibilidade de neoplasias no diagnóstico diferencial de
paraplegias, mesmo em alterações clínicas agudas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário