29 de out de 2008

QUAL O SEU DIAGNÓSTICO?

Um filhote de Boxer, macho, de 4 meses de idade foi trazido por apresentar incontinência urinária e fecal, observado desde o desmame.


Ao exame clínico constatou-se alteração na pelagem na região lombosacra e assaduras em região abdominal devido à incontinência urinária.























No exame neurológico constatou-se que as reações posturais e nervos cranianos estavam normais, porém havia ausência do reflexo perineal e bulbocavernoso, analgesia cutânea em região perineal e incontinência fecal e urinária. Os reflexos patelar, ciático superior e interdigital estão normais.
As radiografias simples são mostradas abaixo.
























1) Qual a síndrome (ou localização da lesão)
2) Quais os diagnósticos diferenciais e a principal suspeita?
3) Qual o prognóstico e tratamento?

Um comentário:

  1. Murilo Curti e Carolina Viana9 de novembro de 2008 16:03

    Baseado nos sinais clínicos observados no caso, podemos afirmar que se trata de uma síndrome da cauda eqüina.
    Este tipo de lesão tem alguns diagnósticos diferencias como causas congênitas tais como: espinha bífida, estenose espinhal, meningocele, entre outras. Causas inflamatório-infecciosas como: cinomose, toxoplasmose e MEG.
    Outra causa comum é a traumática.
    O diagnóstico definitivo neste caso pode ser concluído baseando-se nos sinais clínicos, idade e principalmente a radiografia, que aqui nos mostra alterações na fusão entre as apófises dos processos espinhais das vértebras L5, L6 e L7.
    Esses achados concluem o diagnóstico na alteração congênita denominada espinha bífida, que ocorre exatamente por essa desordem na união das duas metades das vértebras. Esta alteração pode desencadear uma protrusão da medula e de suas membranas ou de alterações na organização da substancia cinzenta o que provavelmente é a causa das alterações neurológicas nestes casos.
    Não existe tratamento e o prognostico é de reservado a mal.

    ResponderExcluir